Warning (2): fopen(/home/storage/0/65/48/cedslitoralnorte1/public_html/portal2011/tmp/cache/models/cake_model_default_videos) [function.fopen]: failed to open stream: No such file or directory [CORE/cake/libs/file.php, line 156]
Warning (2): fopen(/home/storage/0/65/48/cedslitoralnorte1/public_html/portal2011/tmp/cache/models/cake_model_default_arquivos) [function.fopen]: failed to open stream: No such file or directory [CORE/cake/libs/file.php, line 156]
Rota Gastronômica do Cambuci pretende resgatar cultivo e consumo de fruta nativa da Mata Atlântica - Portal CEDS

Litoral Norte Sustentável

Centro de Experimentação em Desenvolvimento Sustentável

Saiba mais sobre o CEDS

Rota Gastronômica do Cambuci pretende resgatar cultivo e consumo de fruta nativa da Mata Atlântica

Sexta, 14 de Setembro de 2012

A Rota Gastronômica do Cambuci chega a 4ª edição deste circuito de festivais gastronômicos realizados em sete municípios do entorno do Parque Estadual da Serra do Mar, com o objetivo de difundir os produtos elaborados com base no fruto do Cambuci, abrangendo assim aspectos históricos, culturais turísticos e econômicos.

A abertura ocorreu em São Paulo nos dias 23 e 24 de março de 2012, no bairro do Cambuci e a rota seguiu para Parelheiros, Mogi das Cruzes, Paranapiacaba (Santo André), Rio Grande da Serra, Salesópolis, Paraíbuna e Caraguatuba.  A cada ano, a Rota do Cambuci se profissionaliza e cumpre seu objetivo de resgatar a produção e o consumo deste fruto tipicamente brasileiro que por muito tempo ficou esquecido do mercado e hoje em dia está presente na alimentação e em cosméticos com diversos produtos como cachaça, geleias, sorvetes, sucos, pratos salgados, mudas, polpas, shampoo, condicionador, sabonete e outros.  No encerramento previsto para 10 de novembro, a rota retorna ao Mercado Municipal de São Paulo 

Projeto - “O projeto iniciou no 1º Workshop sobre o Cambuci, em outubro de 2008. E teve como resultado um grupo de trabalho formado por representantes de Paraibuna, Salesópolis, Rio Grande da Serra, Santo André-Vila Paranapiacaba, Natividade da Serra, Núcleo Caraguatatuba do Parque Estadual da Serra do Mar e da Reserva da Biosfera do Cinturão Verde. Esse grupo formatou e deu início à Rota do Cambuci, em abril de 2009”, explica Amely Fauser, coordenadora da Rota do Cambuci. 

Hoje, o festival é organizado pela Incubadora de Projetos Sociais Autofinanciados, da Secretaria Municipal de Participação e Parcerias de São Paulo, em conjunto com a Associação Holística de Participação Comunitária Ecológica. 

 O gestor do Núcleo Caraguatatuba, Carlos Zacchi Neto, ressalta que o festival começou pequeno em Caraguatatuba. Hoje, agrega valores, como a preservação desta fruta, prêmios de sustentabilidade e um resgate histórico-cultural do bairro do Cambuci. “Os moradores e alguns agricultores tinham plantado pés de cambuci em seus terrenos e não sabiam o que fazer com eles. Agora, até  chefs de cozinha famosos têm usado o produto em seus pratos”.

Ao longo do tempo, outras cidades ligadas ao Circuito das Frutas, das Nascentes, do Vale do Paraíba e do Litoral Norte, todos roteiros da Secretaria Estadual de Turismo, como Caraguatatuba, Salesópolis e Mogi das Cruzes, passaram a integrar o roteiro. Natividade da Serra não participa da rota, mas introduziu na merenda escolar iogurtes e xaropes feitos de cambuci para a garotada. São Luiz do Paraitinga e Redenção da Serra integram os grupos de trabalho para a Rota do Cambuci. “Nossa expectativa é que esses municípios entrem para o roteiro”.   

Rota Gastronômica do Cambuci 

Um resgate do cultivo e do consumo da fruta, promovendo o desenvolvimento socioambiental e econômico sustentável. Ana Lúcia Wuo diz que o Conselho de Turismo de Salesópolis estimulou o projeto. “Regionalizamos o produto e, por meio das organizações de bairro, conseguimos a fabricação de diversos produtos, como é o caso do frisante de cambuci (gás carbônico em sua composição, lembra champanhe). Outra novidade são os cosméticos que utilizam o cambuci em sua composição. “São produtos para os cabelos e pele (xampu, condicionador, banho de queratina, sabonete líquido e máscara para cabelos)”, informa Ana Lúcia, presidente do Conselho de Turismo da cidade. 

Cambuci

O fruto é azedo, sua polpa é cremosa, suculenta e com poucas sementes, podendo ser considerado parente da goiaba, da pitanga, da guariroba e da jabuticaba. Seu uso in natural não é indicado, por ser muito ácido, contudo serve tradicionalmente como aromatizador de cachaça e na composição de receitas doces e salgadas.

Dos frutos a casca, tudo é aproveitado. Rico em vitamina C e com ação antimicrobiana, adstringente e anti-inflamatória também pode ser matéria-prima na produção de medicamentos.

Saiba mais sobre a rota no site da AHPCE http://www.ahpce.org.br/newsite/














Convênio




Esse site é um registro passivo da memória do Convênio Diálogo para a Sustentabilidade que reuniu Petrobras, ReaLNorte e Universidade Católica de Santos e aconteceu de 2008 a 2012.